TIRAMISU

07:02


A confeitaria leva a gente a aprender receitas tradicionalmente francesas. Minha família tem uma tradição mais portuguesa do que italiana, então, durante uma época, eu não sabia cozinhar nada que envolvesse massas, panna cottas, pestos e outras delícias italianas. 

Um dia, passando os olhos em alguns livros, encontrei um livrinho simples, pequeno, não devia ter mais de 15 por 15 centímetros. O título era "200 Receitas Italianas Tradicionais". Levei pra casa com o intuito de aprender alguma coisa desse mundo. Acontece que se tornou um dos meus livros de culinária preferidos. Absolutamente toda receita inclusa nele resulta em pratos deliciosos. Mas o que eu sei de comida italiana? Nada! 

Imagine meu desespero em ter que levar uma sobremesa para a primeira festa de família do Riccardo que eu iria. Obviamente escolhi o caminho mais difícil. Por que facilitar, não é mesmo? A tia dele, que é italiana, não comia um tiramisu bom há anos, então resolvi levar essa delícia. O doce foi aprovado com louvor, ela chegou a me pedir a receita.


DICAS: É um doce muito simples e, como várias pratos italianos, o segredo são ingredientes maravilhosos.

O mascarpone é um pouco mais chato de encontrar aqui, então quando vejo no supermercado, levo pra casa! Obviamente que um mascarpone lá na Itália deve ser outra coisa, mas, modéstia à parte, o tiramisu que faço em casa não deve nada aos que comi visitando o país. 

Essa é a receita clássica, então talvez eu perca metade de vocês agora já que ela leva ovos crus. Ovos orgânicos, bem armazenados e frescos não tem problema algum de serem consumidos crus. Use ovos muitos frescos e de boa qualidade. Você pode colocar o ovo em um copo com água, se afundar, está fresco.

Eu faço meu café expresso em uma moka italiana, mas você pode passar um café de coador bem forte. Quanto melhor for seu pó de café, melhor será o resultado final do doce.

Não faço sempre com a mesma bebida, mas a escolha altera todo o sabor do doce. Fica ótimo com o licor Disaronno, com Amaretto e Cointreau. Só não aconselho Cognac, acho que fica muito forte. O vinho Marsala é um vinho típido do sul da Itália, tradicional como o Limoncello, só um pouco menos conhecido aqui. Ele é aparentado dos portugueses Porto e Madeira. Vale a pena investir nele se você gosta de fazer doces pois vai em receitas de tiramisu, panetone e creme zabaione. Também é ótimo para caramelizar cebolas!

Dessa vez não tinha chocolate em barra em casa, só gotinhas. Usei cacau em pó polvilhado sobre o doce. Seja qual for o tipo que você usar, use um chocolate de boa qualidade, não use chocolate hidrogenado.

Uma coisa que tem feito a maior diferença nos doces aqui de casa é o tipo de biscoito. Lembro quando minha avó fazia pavê de biscoito champanhe com biscoitos nacionais e eram uma delícia. Ultimamente, depois de molhados, eles endurecem e viram uma maçaroca densa terrível. Encontrei biscoitos italianos do tipo savoiadi. Inclusive eles são os biscoitos corretos, levemente diferentes dos champanhe, são mais adequados ao doce. Encontra-se fácil em supermercados e não é muito caro.



T  I  R  A  M  I  S  U

3 ovos (gema e clara separadas)
125 g de açúcar 
250 g de mascarpone
200 ml de café expresso frio
4 colheres (sopa) de marsala doce
24 biscoitos savoiadi ou champanhe
75 g de chocolate meio amargo ralado

1.  Faça o café e deixe esfriando.
2.  Bata as gemas e o açúcar na batedeira, até ficar leve e aerado e as pás deixarem uma trilha quando erguidas. 
3.  Coloque o mascarpone numa tigela grande e misture 1/3 da mistura de ovo até ficar cremoso; adicione a mistura de ovo restante.
4.  Numa tigela separada, bata as claras em neve e adicione à mistura de mascarpone.
5.  Despeje o café e o marsala numa vasilha rasa e mergulhe um lado do biscoito rapidamente na mistura e depois o outro. Quando for pra geladeira, o creme vai ajudar a umedecer ainda mais o biscoito, então não encharque de mais.
6.  Disponha uma camada de biscoitos em uma tigela. Cole bem um ao lado do outro. Aqui eu usei uma tigela de 14 cm x 27 cm. 
7.  Espalhe metade da mistura de mascarpone, cubra com filme PVC e leve à geladeira no mínimo por 4 horas ou de véspera.
8.  Pouca antes de servir, retire o tiramisu da geladeira e polvilhe com o chocolate ralado.


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Instagram

Subscribe